Apresentação da História do Livro




No passado dia 24 de abril, no âmbito do nosso Mês da Leitura e da Comemoração do Dia Mundial do Livro, comemorado no dia 23 de abril, tivemos o prazer de receber na nossa escola de Boliqueime a Professora Doutora Isabel Dias, da Universidade do Algarve, a qual apresentou de forma muito interessante, ilustrativa e dinâmica a História do Livro, ao longo dos anos. 

Muito obrigada! Gostamos Muito!


Zeca Afonso, o Homem e a Música do 25 de abril de 1974

Zeca Afonso foi um notável compositor de música de intervenção, durante um dos mais conturbados períodos da história recente portuguesa. Como compositor, soube conciliar de forma notável a música popular e os temas tradicionais com a palavra de protesto.Em 1987, José Afonso deixou-nos, vítima de doença incurável. Além de ser, juntamente com Adriano Correia de Oliveira, um dos mentores da canção de intervenção em Portugal e um baladeiro/compositor notável, soube conciliar a música popular portuguesa e os temas tradicionais com a palavra de protesto, Zeca trilhou, desde sempre, um percurso de coerência. Na recusa permanente do caminho mais fácil, da acomodação, no combate ao fascismo de Salazar, na denúncia dos oportunistas, dos "vampiros".
 
 



No céu cinzento sob o astro mudo
Batendo as asas pela noite calada
Vêm em bandos com pés de veludo
Chupar o sangue fresco da manada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

A toda a parte chegam os vampiros
Poisam nos prédios poisam nas calçadas
Trazem no ventre despojos antigos
Mas nada os prende às vidas acabadas
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia as portas à chegada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

No chão do medo tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos na noite abafada
Jazem nos fossos Vítimas dum credo
E não se esgota o sangue da manada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

São os mordomos do universo todo
Senhores à força mandadores sem lei
Enchem as tulhas bebem vinho novo
Dançam a ronda no pinhal do rei
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Se alguém se engana com seu ar sisudo
E lhes franqueia as portas à chegada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada
Eles comem tudo, eles comem tudo
Eles comem tudo e não deixam nada

Biografia de Zeca Afonso

25 de abril sempre!



“Letra para um hino"

É possível falar sem um nó na garganta
É possível amar sem que venham proibir
É possível correr sem que seja a fugir.
Se tens vontade de cantar não tenhas medo: canta.

É possível andar sem olhar para o chão
É possível viver sem que seja de rastos.
Os teus olhos nasceram para olhar os astros.
Se te apetecer dizer não grita comigo: Não.

É possível viver de outro modo.
É possível transformares em arma a tua mão.
É possível o amor. É possível o pão.
É possível viver de pé.

Não te deixes murchar. Não deixes que te domem.
É possível viver sem fingir que se vive.
É possível ser homem.
É possível ser livre livre livre.”

Manuel Alegre, O canto e as armas


Concurso de Leitura Oral Expressiva em Diferentes Línguas




Realizou-se no passado dia 23 de abril, a IV Edição do Concurso de Leitura Oral Expressiva, em Português, Inglês, Francês, Espanhol e Português Língua Não Materna, atividade desenvolvida em parceria com o Departamento das Línguas da EB de Boliqueime e que envolveu os alunos do 2º e 3º ciclo.

  Parabéns a todos os alunos que nele participaram, particularmente aos Vencedores.

Comemoração do Dia Mundial do Livro


23 de Abril celebra-se o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. A data tem como objetivo reconhecer a importância e utilidade dos livros, assim como incentivar hábitos de leitura na população. Os livros são um importante meio de transmissão de cultura e informação, e um elemento fundamental no processo educativo.

Origem da data


A UNESCO instituiu em 1995 o Dia Mundial do Livro. A data foi escolhida por ser um dia importante para a literatura mundial - foi a 23 de Abril de 1616 que faleceu Miguel de Cervantes e a 23 de Abril de 1899 nasceu Vladimir Nabokov.

A data serve ainda para chamar a atenção para a importância do livro como bem cultural, essencial para o desenvolvimento da literacia e do desenvolvimento económico. 
O dia 23 de Abril é também recordado como o dia em que nasceu e morreu o escritor inglês William Shakespeare.

Mural "Na Onda das Leituras..."



Visita na tua Biblioteca Escolar, o Mural "Na Onda das Leituras...", aprecia os seus elementos marinhos e lê as sugestões de leitura que estão no seu interior. Depois, aproveita a onda das leituras e requisita um livro.

Feliz Dia do Livro!

Concurso de Leitura Oral Expressiva, em diferentes línguas





Mais uma atividade na nossa BE, em articulação com o Departamento das Línguas, o Concurso de Leitura Oral Expressiva em Português, Inglês, Francês, Espanhol e Português Língua Não Materna. Se ainda não te inscreves-te, não percas tempo, pois é já no próximo dia 23 de abril. 

Boa Sorte!

Concurso Ás da Leitura - Parabéns aos Vencedores!





Parabéns Mariana Bernardo, pelo teu merecido 2º lugar, no Concurso Ás da Leitura que se realizou hoje, dia 18 de abril, na Biblioteca Municipal de Loulé. Foste uma digna representante da nossa querida EB de Vale Judeu - Agrupamento de Escolas Engº Duarte Pacheco. Parabéns também à Ana Marta Perdigão do 6º B que também leu muito bem.

 PARABÉNS, MINHAS LINDAS!!!!!!!!

1º Ciclo: Alunas vencedoras 

1ª Ana Bota – Agrupamento Padre João Coelho Cabanita


2ª Mariana Bernardo – Agrupamento Eng.º Duarte Pacheco


3ª Inês Reis – Agrupamento Dra. Laura Ayres








2º Ciclo: Alunas Vencedoras

1ª Maria Papa – Colégio Internacional de Vilamoura


2ª Eunice Fonseca – Agrupamento Eng.º Duarte Pacheco


3ª Mariana Cavaco – Agrupamento Padre João Coelho Cabanita



Lendas e Romances com Daniel Completo




Hoje foi assim na nossa BE "Lídia Jorge". Em pleno Mês da Leitura estivemos na Onda da Música e das Palavras... com o Canta-Autor Daniel Completo, o qual com a sua música, tão bem nos apresentou e valorizou o Livro da Escritora Luísa Ducla Soares, "Lendas e Romances". Foi muito bom!

Um especial agradecimento, às professoras Filomena Pires, Maria José Rocha e Virgínia Fernandes, pelo seu precioso contributo, na valorização e exploração desta atividade, na sala de aula e aquando da sua realização na biblioteca escolar. 


Encontro de Autor com Daniel Completo


Daniel Completo

 Nasceu em Lisboa a 03/06/1964, licenciou-se em Educação Musical e iniciou a sua atividade como professor do ensino básico em Educação Musical no ano de 2000. Unindo a música com as palavras, Daniel Completo esteve ligado a um dos mais genuínos registos da Música Tradicional Portuguesa integrando o grupo "Ronda dos Quatro Caminhos" durante 15 anos. Com o decorrer dos anos os caminhos foram mudando, e os estilos musicais iam sendo vocacionados para os mais novos, mantendo a linha mestra, utilizando nas gravações diversos instrumentos genuínos que dão a conhecer os valores tradicionais da nossa cultura musical através da sonoridade do violino, do acordeão, da guitarra portuguesa, do adufe, dos bombos entre outras percussões.

Depois de editar vários trabalhos infantis "Cantarolando ao Sul" - 2006, "Histórias de Embaralhar", - 2007, "No Reino da Abecelândia" - 2008, "Aqui Ali e Além..." - 2009. Em 2010 realiza uma parceria com a escritora Luísa Ducla Soares, lançando o livro+CD Brincar com as Palavras compondo e interpretando doze dos melhores poemas da vasta obra de Luísa Ducla Soares, valorizando nas letras o aspeto lúdico e brincalhão, como demonstram os poemas "Abecedário sem Juízo", "A Menina Feia", "Na Máquina do Tempo", entre outros. No ano seguinte, em setembro de 2011, realizou novamente um trabalho com a escritora Luísa Ducla Soares lançando o livro+CD O Som das Lengalengas livro este que passado poucos meses entraria para o Plano Nacional de Leitura. Neste trabalho é apresentada uma compilação de lengalengas oferecendo, assim, ao mundo infantil uma obra de grande prestígio e relevo a nível nacional. Em 2012 surge o recente trabalho Lendas e Romances. Neste livro procura-se que os pais e professores o utilizem como instrumento educativo, numa abordagem pedagógica e lúdica, relembrando, assim, lendas e romances intemporais, de grande carga poética e simbólica, que fazem parte do nosso rico património. 

Jorge Serafim, um Contador Exímio de Estórias...




Que dia, tão rico e divertido foi o de ontem, na companhia do espetacular, Contador de Estórias, Jorge Serafim. Foi EXCELENTE!!!!!!

Tanto talento e expressividade, na arte de bem contar Contos! Gostamos e divertimo-nos, todos, mesmo MUITO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
                                                                       Obrigada Serafim. 



Hoje comemoramos o Dia Internacional do Livro Infantil

Esta data é celebrada por iniciativa do Conselho Internacional sobre Literatura para os Jovens (IBBY), que em Portugal é representada pela Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil (APPLIJ).

O IBBY criou o Dia Internacional do Livro Infantil em 1967, para homenagear o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, (autor de algumas das histórias para crianças mais lidas em todo o mundo), cujo aniversário do nascimento é assinalado a 2 de abril.
Todos os anos é divulgada pela IBBY uma mensagem de incentivo à leitura, da autoria de um escritor de nacionalidade diferente que é depois traduzida e divulgada nos países que integram o IBBY.

A mensagem deste ano é:
"Alegria dos livros à volta do mundo"

O cartaz português é sempre da autoria do ilustrador vencedor do Prémio Nacional de Ilustração. O cartaz alusivo deste ano é da autoria de Maria João Worm, vencedora do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado.