A Toupeira que Queria Saber Quem lhe Fizera Aquilo na Cabeça

Os alunos do 1.º Ano, Professora Alierta Tenazinha, estiveram na BE a ouvir a história A Toupeira que Queria Saber Quem lhe Fizera Aquilo na Cabeça de Werner Holzwarth. 


Podia acontecer a qualquer um, mas naquele dia foi a vez da pobre toupeira. Saía da sua toca, quando algo de muito mal cheiroso lhe caiu em cima da cabeça, de forma que se viu obrigada a percorrer o campo todo , muito indignada,  para investigar qual dos animais que por ali vivia é que lhe tinha feito semelhante desfeita: a pomba, o cavalo, a lebre... Quem teria sido???

No final brincámos com as onomatopeias e fizemos jogos de movimento.



Pesquisa de Informação sobre Moçambique


No âmbito da disciplina de Português, após a leitura de um excerto da obra Mar me quer do escritor Mia Couto, os alunos do 8.º A estiveram na BE. A sua tarefa era pesquisar informação para a realização de um texto expositivo sobre a terra natal deste escritor. A pesquisa foi elaborada com o apoio de um guião.



Dia Escolar da Não-Violência e da Paz

No dia 30 de janeiro celebramos o Dia Escolar da Não-Violência e da Paz, uma iniciativa do poeta, pedagogo e pacifista espanhol Llorenç Vidal. Desde 1964, que a celebração deste dia pretende chamar a atenção de políticos, governantes, pais, educadores e professores que é necessária uma educação permanente pela Não-Violência e pela Paz; que é preciso educar para a solidariedade e para o respeito pelos outros, porque “Uma vez que as guerras nascem na mente dos homens, é na mente dos homens que deve edificar-se a paz”. (Preâmbulo da Constituição da UNESCO)

A escolha da data não foi ao acaso, pois este foi o dia do assassinato de um dos maiores defensores da paz, da não-violência, da justiça e da tolerância entre os povos: Mahatma Gandhi.
Dentro do ideal de paz e não-violência que ele defendia, uma de suas frases mais célebres foi:
“Não existe um caminho para paz! A paz é o caminho!”.


Como não podia deixar de ser, a BE junta-se a esta iniciativa e dá-te a conhecer alguns dos vencedores do PrémioNobel da Paz, homens e mulheres que repudiaram a violência e lutaram por umMundo mais justo e mais tolerante.

Sê tu, também, um agente de paz.


Ode à Paz


ODE À PAZ

Pela verdade, pelo riso, pela luz, pela beleza,
Pelas aves que voam no olhar de uma criança,
Pela limpeza do vento, pelos actos de pureza,
Pela alegria, pelo vinho, pela música, pela dança,
Pela branda melodia do rumor dos regatos,
Pelo fulgor do estio, pelo azul do claro dia,
Pelas flores que esmaltam os campos, pelo sossego dos pastos,
Pela exactidão das rosas, pela Sabedoria,
Pelas pérolas que gotejam dos olhos dos amantes,
Pelos prodígios que são verdadeiros nos sonhos,
Pelo amor, pela liberdade, pelas coisas radiantes,
Pelos aromas maduros de suaves outonos,
Pela futura manhã dos grandes transparentes,
Pelas entranhas maternas e fecundas da terra,
Pelas lágrimas das mães a quem nuvens sangrentas
Arrebatam os filhos para a torpeza da guerra,
Eu te conjuro ó paz, eu te invoco ó benigna,
Ó Santa, ó talismã contra a indústria feroz.
Com tuas mãos que abatem as bandeiras da ira,
Com o teu esconjuro da bomba e do algoz,
Abre as portas da História,
deixa passar a Vida!


Natália Correia, in “Inéditos (1985/1990)”



Alunos do 3.º Ano colocam "tesouros" na arca do tesouro

Os alunos do 3.º Ano, Professor Jorge Plácido, trabalharam a obra A arca do tesouro de Alice Vieira. No final da leitura, colocaram algumas palavras boas e más  dentro da arca do tesouro. Para a semana vamos abrir esta arca...

A formiga horripilante de Liz Pichon

Esta semana ouvimos a história A formiga horripilante de Liz Pichon. A história fala-nos de uma formiga muito, muito feia. Todos os outros bicharocos eram feios, mas esta formiga era ainda mais feia. Tinha uns olhos enormes e MUITO vesgos, uma cabeça disforme e cheia de tremeliques, umas costas com muitos pelos grandes e ásperos, e umas pernas roxas, todas tortas...
Os alunos do 1.º e 2.º anos construíram um puzzle.
As atividades de escrita criativa realizadas pelos alunos do 4.º Ano foram muito diversificadas: Receita do Bolo dos noivos; Descrição do Bolo dos Noivos; Entrevista ao Noivo e Convite de casamento.

Afonso Dias cantou e encantou com textos de Sophia de Mello Breyner Andresen

No dia 22 de janeiro, a Biblioteca Escolar Lídia Jorge contou com a presença de Afonso Dias numa sessão alusiva à obra poética de Sophia de Mello Breyner. Uma sessão promovida pela Biblioteca Municipal de Loulé, no âmbito da 10.ª Edição do Concurso Literário Sophia de Mello Breyner Andresen. Aqui fica uma amostra desta maravilhosa sessão...




Conhece o regulamento do concurso. Contamos com a tua participação.



Cartazes alusivos à importância da água

A turma do 4º ano, Professora Celeste Seabra, trabalhou a obra A maior flor do mundo de José Saramago. Inspiradíssimos pela obra do nosso Prémio Nobel da Literatura, elaboraram cartazes alusivos à importância da água para todos os seres vivos.



Dez dedos, dez segredos

Os nossos dedos são mágicos. Não só adivinham coisas, como também nos contam histórias. Os nossos alunos do 1.º ano, Professora Alierta Tenazinha, puseram os seus dedos a contar histórias. Querem ver???

Entrega de prémios do Concurso Musical da BE

Foram entregues os prémios relativos ao Concurso Musical que decorre na Biblioteca Escolar Lídia Jorge. Este concurso é da responsabilidade da Professora Filomena Pires. A cerimónia decorreu no dia 15 de janeiro. Parabéns a todos!!!



Concurso Nacional de Leitura- Já temos finalistas

Decorreu, no dia 14 de janeiro, na Biblioteca Escolar Lídia Jorge,  a Final do Concurso Nacional de Leitura (fase escola) na EB Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva. Os vencedores desta edição são os alunos Daniela Pereira, Francisco Laranjo e Rafael Silva.


Parabéns a todos os participantes!.

Afinal... os bichos falam, ou não falam?

Afinal, os bichos falam, ou não falam? Uma questão que pode ser respondida pelos alunos do 2.º ano, Professor Miguel Neves, que leram e trabalharam a obra Fala Bicho de Violeta Figueiredo. Os alunos foram convidados a escolher um animal e a fazer pequenos textos, com rima. Os trabalhos ficaram muito originais. Espreitem...


O Nuno escapa à gripe


Durante esta semana foi feita a sensibilização para algumas medidas de combate à Gripe, com a leitura da história O Nuno escapa à gripe..  Podes  ler aqui