André Letria de visita à nossa BE

No próximo dia 6 de maio, pelas 9.00h, o ilustrador André Letria visitará a nossa BE. Aguardamos todos a sua visita com muita expectativa, visto que lemos algumas das histórias que ilustrou. Será, certamente, um momento muito especial.


Final Distrital do Concurso Nacional de Leitura

Os representantes da EB Professor Doutor Aníbal Cavaco Silva na Final Distrital do CNL 2015, em Lagos - Daniela Pereira, Francisco Laranjo e Rafael Francisco
Parabéns pela vossa participação.

Leitura da obra História Breve da Lua suscita a curiosidade dos alunos


Os alunos do 8.º Ano estiveram na BE a pesquisar informação com recurso a um guião. O guião era baseado na obra História breve da lua de António Gedeão. A pesquisa incluiu dados biográficos do autor, mitos associados à lua, significados de palavras, ...


Contos para a Infância em Banda Desenhada




Os alunos do 3.º Ano, Professor Jorge Plácido, estiveram na BE a trabalhar a obra Contos para a Infância de Guerra Junqueiro. Depois de ler o conto João Pateta, foram desafiados a elaborar uma Banda Desenhada com os principais momentos da ação.



Exposição de trabalhos sobre o 25 de abril


Visita a exposição de trabalhos dos alunos do 2.º Ciclo, disciplina HGP Professor Joaquim Magalhães, alusiva ao 25 de abril. Vai valer a pena!


Prevenção rodoviária na BE com os alunos do 3.º Ano


A partir da leitura da obra Zé Pimpão, o acelera de José Jorge Letria e André Letria, os alunos do 3.º Ano, Professor Jorge Plácido, relembraram comportamentos de vigilância, prudência e cidadania na estrada.


Animais fantásticos à solta na BE


Inspirados na obra Os animais fantásticos de José Jorge Letria e André Letria, os alunos do 4.º Ano, Professora Celeste Seabra, inventaram animais fantásticos e nunca antes imaginados.


23 de abril - Dia Mundial do livro e do Direito de Autor

Antecipando o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, que se celebra no próximo dia 23 de Abril, a BAD divulga a mensagem que Irina Bokova, directora-geral da UNESCO, escreveu para assinalar este Dia em 2015. A luta contra o analfabetismo junto dos jovens e dos grupos sociais mais desfavorecidos, numa perspectiva inclusiva e por meio das tecnologias da informação, é um dos principais vectores da sua mensagem. Aos livros, diz Irina Bokova, cabe a missão de “inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância”.


O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.
Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.
A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.
Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ​​para o desenvolvimento. Através da suaConvenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.
Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.
Com Incheon e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.
Mensagem de Irina Bokova, Directora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015

Exposição/ Concurso de Piñatas feitas pelos alunos


No âmbito da disciplina de Espanhol, os alunos da Professora Verónica Apolinário expuseram as suas piñatas na nossa Biblioteca Escolar. Vota na tua piñata preferida e descobre a história desta tradição. Como? Vai à BE...


Vencedores do Concurso de Piñatas



Vencedores do Concurso de Piñatas




Cartaz 2015 Dia Mundial do Livro

Este ano o cartaz do Dia Mundial do Livro é da autoria do atelier Silvadesigners, e mostra-nos, num jogo de luzes e efeitos, que os livros podem ter leituras variadas e múltiplos ecos, consoante os leitores a que chegam.

22 de abril - Dia da Terra

Para celebrar o Dia da Terra, a NASA lançou aos internautas um desafio: mostrarem o seu lugar preferido no planeta.
O Dia da Terra é utilizado para lembrar a importância de cuidar do nosso planeta, no sentido de proteger a natureza e o ambiente.

Vejam algumas das imagens escolhidas pela NASA aqui. 

Uma caixinha mágica na nossa BE


Ao entrar na BE Lídia Jorge, os alunos do 1.º e 2.º Anos, Professoras Alierta Tenazinha e  Dora Sá, foram surpreendidos por uma caixa mágica. O que se esconderia lá dentro? Foi este o mote para a leitura da obra Não quero usar óculos de Carla Almeida e André Letria.
E a caixa, o que era? Era a simulação de uma ida ao o-f-t-a-l-m-o-l-o-g-i-s-t-a. Todos conseguiram ver as letras que estavam dentro da caixa mágica.
No final, imaginámos óculos muito originais.


Alunos do 3.º Ano escrevem em código


Escrevemos mensagens uns aos outros utilizando um código secreto.

Alunos do 1.º Ano a contar histórias na BE


Alguns alunos do 1.º Ano, professora Alierta Tenazinha, já leem pequenas histórias para os colegas.

video

15 de abril - Dia Mundial da Arte



O que sabes sobre Leonardo da Vinci? Responde a um questionário aqui

Arte Urbana. Vê aqui

O Terramoto de 1755

No dia 1 de novembro de 1755 um sismo de magnitude 8.5, com epicentro a cerca de 240 quilómetros da capital portuguesa, criou um tsunami que, em cerca de 40 minutos, devastou a cidade. Eram 9:40 quando o terramoto foi sentido e pouco depois das 10:00 vagas de um tsunami, com ondas de 15 metros , atingiram Lisboa. Smithsonian Channel, da CBS, recriou a catástrofe que assolou Lisboa num vídeo realizado em 2014. Observem…

 

A Poesia vai à escola com Afonso Dias

O músico, cantor, poeta,... Afonso Dias esteve na BE Lídia Jorge. Deixou os alunos rendidos ao texto poético. O mais importante é sentir...
video

Telas Vencedoras do concurso de isometrias


3.º Lugar Fabian Bejenariu (8º C)



2.º Lugar Isaac Rosa (8.º B)



1.º Lugar Diogo Gonçalves (8.º C)


Autores da obra O espirro do Dragão visitam BE Lídia Jorge


Começámos o 3.º Período da melhor maneira possível... com a visita da escritora Aida Teixeira e do ilustrador Carlos Rocha. Os alunos vibraram com a ilustração do dragão da história. A atividade teve como público os alunos do 2.º Ciclo.


Como fazer um livro pop-up...

2 de abril - Dia Internacional do livro Infantil



O Dia Internacional do Livro Infantil homenageia o autor dinamarquês Hans Christian Andersen e visa defender a importância da leitura.
A ideia de que as histórias para crianças têm todas algo em comum, mesmo que sejam narradas em línguas e culturas diferentes, domina a mensagem oficial deste ano.
O Dia Internacional do Livro Infantil é celebrado sempre a 2 de Abril, desde 1967, e coincide com o aniversário do nascimento do escritor Hans Christian Andersen, uma das referências da literatura para crianças e jovens, autor de clássicos como “A pequena sereia”, “A vendedora de fósforos” e “A princesa e a ervilha”.

Hans Christian Andersen morreu em 1875, mas ainda hoje dá nome a um dos mais importantes prémios literários, considerado o Nobel da literatura infanto-juvenil