Encerramento das actividades na BE com o Pré-Escolar

As crianças dos quatro Jardins de Infância do Agrupamento de Escolas de Boliqueime e as que estão a frequentar a Ludoteca, vieram à sua querida Biblioteca Escolar, para assistir à Dramatização da "História do Coelhinho Branco", a qual contou com umas actrizes muito especiais. Foram elas, as Educadoras de Infância, Paula Valente, Rita Reis, Isabel Artur, Ana Sofia Guerra e Ana Maria Palma e ainda as Assistentes Operacionais, Dália Rosa e Carla Santos. As crianças mostraram-se muito, atentas, participativas e divertidas, bem como, os adultos que também estiveram a assistir.

Para a nossa Biblioteca Escolar, conjuntamente com o Mercado de Almocreves, foi sem dúvida, um excelente Encerramento de Actividades.
BOAS FÉRIAS
para toda a COMUNIDADE EDUCATIVA, pois bem as merece.



A Biblioteca Medieval no Mercado de Almocreves





A Biblioteca Medieval e os Monges Copistas foram um sucesso no Mercado de Almocreves!...

Tentámos recriar uma biblioteca à imagem da época, tendo contado com a preciosa colaboração de alguns elementos oriundos da nossa comunidade escolar e envolvente. Fica aqui, no entanto, um especial agradecimento ao Sr. Padre César e ao Sr. Eduardo da Paróquia de Boliqueime, por nos terem ajudado a melhor enriquecer e a dignificar a Biblioteca do "Convento de Boliqueime".

SABIAS QUE?

Naquela época os monges dedicavam-se à cópia e à redacção de livros, os quais eram escritos à mão e decorados com iluminuras (pinturas) e que para se fabricar um livro era preciso, em primeiro lugar, dispor de pergaminho (pele de carneiro ou de cabra, tratada para esse fim). A perfeição com que os monges copistas executavam o seu trabalho fazia com que demorassem anos a acabar um livro. Como eram raros e muito caros, os livros estavam muitas vezes presos por uma corrente para maior segurança. Praticamente só os monges sabiam ler e eram cultos e dedicavam-se por isso, ao ensino. Junto dos mosteiros, tal como junto das sés, criaram-se escolas. As suas escolas eram frequentadas por aqueles que viriam a ser religiosos, mas também por alguns filhos de nobres e comerciantes ricos.

Mercado dos Almocreves

Mercado de Almocreves from massano on Vimeo.

Concurso de Leitura Oral na BE



A BE e o Departamento das Línguas, promoveu no passado dia 15 de Junho, um Concurso de Leitura Oral em Língua Portuguesa, Inglesa, Francesa, Espanhola e Português Língua Não Materna. A adesão dos alunos foi enorme. A nossa BE esteve com a sua lotação, mais do que esgotada, nem a Selecção de Portugal, a jogar no Mundial, demoveu os muitos alunos que se mantiveram, estoicamente, na sua BE entusiasmados e participativos. Alguns dos professores presentes, também deram um arzinho da sua graça como leitores, o que a todos divertiu, especialmente, os alunos por verem os papéis invertidos. No final, ficou o desafio para que no próximo ano lectivo, possamos fazer um Concurso de Leitura Oral em Diferentes Sotaques, o que irá ser, decerto também, bastante enriquecedor e divertido.

Os alunos vencedores foram os seguintes:

Língua Portuguesa: 5º A - Ana Filipa Rodrigues

6º C - Fábio Semedo

7º B - Adriana Lourenço e Isabel Cabo

Português Língua Não Materna: 8º C - Jonas Jensen

Inglês: 5º A - Ana Filipa Rodrigues

6º A - Raquel Carvalheiro

7º C - Iúri Barragão

8ºA - A Sara Lopes

Francês: 7º C - Ana Vieira

8º B Cátia Silva

Espanhol: 7º A - Catarina Gonçalves e Rita


Visita das Crianças Finalistas do Jardim de Infância da Sta. Casa da Misericórdia

No passado dia 15 de Junho, logo pela manhã, a nossa EBI de Boliqueime recebeu uma visita muito especial!...
As crianças finalistas do Jardim de Infância da Sta. Casa da Misericórdia de Boliqueime, que vão para o o 1º Ciclo, vieram conhecer a sua futura e MUITO GRANDE ESCOLA. Começaram por conhecer a Biblioteca Escolar e depois passaram pelos outros espaços, igualmente, importantes desta escola, particularmente pelas salas do 1º ciclo onde os futuros colegas e professores, tão bem as receberam. No final da visita, ofereceram um livro à BE por eles elaborado, fruto das aprendizagens que fizeram em torno de um Projecto de Conhecimento do Espaço. Depois, quando se preparavam para ir brincar um bocadinho no Parque Infantil, tiveram que se integrar num Simulacro de Sismo, juntamente com todos os alunos, professores e funcionários desta escola. Apesar de ser um faz de conta, muito bem explicado pela sua Educadora Helena, houve até quem sentisse mesmo a terra a tremer. Em Setembro cá estarão para começar uma nova etapa da sua vida escolar, não a tremer, mas a saltitar de contentamento.

Em Setembro, cá as esperamos na Biblioteca Escolar, para lhes dar as BOAS VINDAS e para que possamos fazer muitas coisas, em conjunto, no Mundo Maravilhoso da Leitura e da Escrita.


Exposição de Pintura na BE - "Pequenos e Grandes Artistas da Nossa Comunidade Educativa

A nossa Exposição de Pintura "Pequenos e Grandes Artistas da Nossa Comunidade Educativa" foi um verdadeiro sucesso de entre-ajuda, partilha e envolvimento comunitário. Bem hajam por isso, todos aqueles que de uma forma ou de outra, contribuíram para a sua viabilização. Desde o apoio dado pela Direcção Excutiva e pelos Serviços Administrativos, ao Sr. Zé que colocou as calhas na BE para expor os quadros, às assistentes operacionais da BE que tudo fizeram para que esta ficasse num verdadeiro brinquinho, às incansáveis professoras de E.V.T Sónia e Telma que tudo fizeram para tornar a nossa BE numa verdadeira Galeria de Arte, aos alunos e à professora Maria José que tão bem souberam encantar-nos com a sua música e dança, aos os pintores e pintoras (alunos, professores(as), funcionárias e encarregados de educação) que expuseram as suas obras de arte, aos pais, avós irmãos, professores e funcionários que vieram assistir e aos alunos e professores do nosso CEF de cozinha que tão bem souberam receber e deliciar a nossa comunidade educativa com as suas iguarias.

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas




As origens do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades remontam ao início do século XX (1924). O Dia de Camões começou a ser festejado a nível nacional com o Estado Novo (um regime instituído em Portugal por António de Oliveira Salazar, em 1933).

Porquê o Dia de Portugal e de Camões?
Segundo Conceição Meireles (investigadora especialista em História Contemporânea de Portugal) Camões representava o génio da pátria, representava Portugal na sua dimensão mais esplendorosa e mais genial. O feriado em honra de Camões (um dos símbolos da Nação) passou a ser a 10 de Junho uma vez que esta data foi apontada como sendo a da morte do poeta que escreveu "Os Lusíadas".

Porquê o Dia das Comunidades?
Até ao 25 de Abril de 1974, o 10 de Junho era conhecido como o Dia de Camões, de Portugal e da Raça. Oliveira Salazar, na inauguração do Estádio Nacional em 1944, tinha denominado também o dia 10 de Junho como o Dia da Raça em memória das vítimas da guerra colonial. A partir de 1963, o feriado do 10 de Junho assumiu-se como uma homenagem às Forças Armadas e como uma exaltação à guerra e ao poder colonial. Mais tarde porém, a segunda República não se reviu neste feriado, pelo que em 1978 converteu-o no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Se quiseres saber mais sobre o 10 de Junho - Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades? Clica nos seguintes links:

Resumo sobre as origens do 10 de Junho:
http://www.25abril.org/

10 de Junho no Website Junior:

http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?P=Portugal&ID=209

O Nosso Portugal:

http://www.portugal.gov.pt/

O Nosso Poeta:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Luís_Vaz_de_Camões

Música e Pintura na BE


Conjuntamente com este convite, fica aqui expresso o agradecimento a todos aos professores, alunos, funcionários e encarregados de educação que irão partilhar a sua expressão artística e até, os saberes culinários na arte de bem receber, no caso dos nossos alunos do CEF de Cozinha.

8 de Junho, Dia Mundial dos Oceanos

Sabias que?

Em 2009, foi oficialmente declarado pelas Nações Unidas o Dia Mundial dos Oceanos, a 8 de Junho. A comemoração deste dia, é uma excelente oportunidade para sensibilizar as comunidades sobre o papel que os oceanos têm no nosso quotidiano e incentivá-las a realizarem pequenas mudanças no seu dia-a-dia que beneficiem o nosso Planeta Azul. Os oceanos cobrem 70% da superfície da Terra, representam 99 % do espaço disponível à vida, contribuem para a regulação do clima, fornecem alimento através das pescas e são responsáveis pela prestação de inúmeros serviços ao Homem. A maior parte da população mundial desconhece o facto de os oceanos serem o grande pulmão do Mundo, cerca de 70% do oxigénio libertado para a atmosfera é produzido pelo fitoplâncton durante o processo fotossintético.

Cuidemos pois, dos nossos Oceanos!

Exposição de Caixas de Luz




Encontra-se em exposição no átrio de entrada da EBI de Boliqueime, um conjunto de caixas de luz, realizadas na disciplina de Educação Tecnológica, pelas turmas dos 8º anos. Estão Lindas!
Parabéns aos criativos construtores e à sua professora Elisabete Batista.

Visitem-nas!

Poesia dedicada à Criança

Os nossos Amigos do 4º ano da EB1 de Benfarras fizeram esta linda e bem ilustrada poesia, no âmbito da comemoração do Dia da Criança.

Parabéns meus Amigos Poetas!

Feliz Dia da Criança!

Neste dia comemorativo do Dia da Criança fica aqui um grande beijinho e um abraço muito apertadinho para as nossas Crianças mas também uma mensagem para os mais crescidos, especialmente para aqueles que têm a difícil tarefa de educar.

"Se uma criança vive na crítica, aprende a criticar.
Se uma criança vive com hostilidade, aprende a brigar.
Se uma criança vive com o ridículo, aprende a sentir-se culpada.
Se uma criança vive na tolerância, aprende a ser paciente.
Se uma criança vive com coragem, aprende a ter confiança.
Se uma criança vive com elogio, aprende a apreciar.
Se uma criança vive na retidão, aprende a ser justa.
Se uma criança vive com aprovação, aprende a gostar de si mesma.
Se uma criança vive com aceitação e amizade, aprende a encontrar amor no mundo!"


Dorothy Law Rothe